Um recado para você que se acha o empreendedor - Inspiradouro

Primeiramente, muito prazer, me chamo Alex Vigatto e atuarei como colaborador na área de empreendedorismo do Inspiradouro. Tenho 22 anos, curso faculdade de Ciências Econômicas, atualmente trabalho como consultor de franchising e minha afinidade é com finanças corporativas, pessoais e setor de franchising em geral. Aqui no site, abordarei temas para quem deseja iniciar seu próprio negócio ou até mesmo para quem já tem e quer se manter informado. Acompanho o mercado de empreendedorismo e tentarei compartilhar, de forma clara e irreverente, todos os temas que achar conveniente. Vamos lá.

Talvez você seja apenas um sonhador

Um recado para você que se acha o empreendedor - Inspiradouro

A maioria dos brasileiros desejam ter o próprio negócio, por não querer mais nenhum chefe mandando em suas atividades ou para alcançar um patamar de tranquilidade e estabilidade na vida. E isso é ser empreendedor, correto? NÃO! Isso é ser, simplesmente, um sonhador. Muitos buscam o pote de ouro no fim do arco-íris, mas se alguém disser que no caminho tem diversos obstáculos a serem superados, logo desistem e voltam a sua vida pacata e segura de sempre.

O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) junto com a Universidade de São Paulo (USP), realizaram uma pesquisa a pedido da fundação Juventude Conectada, onde constataram que 71% dos jovens gostariam de empreender, mas a chocante notícia é que, dessa porcentagem, menos de 10% tem o perfil de empreendedor de sucesso, ou seja, as razões para querer abrir um negócio são totalmente erradas, como, por exemplo, conquistar um lifestyle desejado, sair das cobranças do chefe e por infinitos outros motivos superficiais.

Não estou dizendo que abrir um negócio com estes pensamentos dará errado, afinal, incerteza é algo que caminha junto com o empreendedor, porém, começar com essa mentalidade, faz criar objetivos difíceis de se cumprirem no curto ou até mesmo no longo prazo, deixando-o insatisfeito com sua performance que traça uma meta difícil de ser alcançada e, com isso, acaba com a autoestima e força de vontade.

Então, o que é ser empreendedor?

Vamos por partes. Temos dois tipos de perfis: o impulsivo e o pragmático.

O impulsivo, é aquele que vê uma oportunidade única e se não conseguir na mesma hora, não conseguirá nunca mais. O pragmático, é aquele que vê a oportunidade, faz todo o planejamento para a viabilidade do projeto, mas pode ocorrer dele perder a chance.

Um empreendedor de sucesso é um mix dos dois. É aquele que identifica a oportunidade, sabe dos riscos que irá correr e consegue pesar os prós e contras, analisando se vale a pena ou não se arriscar no projeto. Simples, não é? Quando a oportunidade chega, imprevistos e incertezas não faltam, mas acreditar no produto ou serviço que pensa em investir e ter o conhecimento e a coragem de dar o passo adiante, isso faz de você um empreendedor.

Escrito por Alex Vigatto
Estudante de Ciências Econômicas, atualmente trabalha como consultor de franchising. Acompanha atentamente o mercado de empreendedorismo e possui grande afinidade com finanças corporativas, pessoais e do setor de franchising em geral.